A escova de salão em casa!

Olá, minhas belezuras!

Fazer escova no meu cabelo já faz parte da minha rotina há muitos anos! Quando era mais nova, minha mãe tinha um salão de beleza, então ter um profissional fazendo meu cabelo era bem comum. Quando comecei a trabalhar, o salão já não existia mais e como eu já fazia vários alisamentos (nessa época eu ainda fazia relaxamento e progressiva), eu achava que era muito feio ficar com a raiz do cabelo enrolada e o comprimento e as pontas lisas, ainda mais que era uma empresa bem formal e não achava nada elegante esse duo (na verdade, ainda acho bem feio). Então, fazer escova era a minha solução, mas não queria ter que pagar dia sim, dia não, para fazer escova no salão (haja dinheiro!), lá fui eu me aventurar a fazer escova meu cabelo em casa!

Meu cabelo é bem grosso, então para ele secar e ficar liso tem um bom trabalho de estica, esquenta e puxa, para ele ficar, realmente, bom e também tenho uma raiz bem enrolada, ou seja, o trabalho redobra para que ela fique lisinha do jeito que eu gosto (confesso que para a raiz, a prancha é o que mais me ajuda, mas o trabalho da escova faz muita diferença).

Atualmente, já me sinto muito satisfeita com a minha escova, inclusive, na ultima semana, tinha um grande evento pra ir e resolvi ir no salão para fazer a escova, me arrependi, não quero jamais desmerecer os cabeleireiros, mas o moço não fez um bom trabalho e naquele dia, ter feito meu cabelo em casa, teria sido a melhor opção!

Escova Perfeita Blog ela é carioca

Depois de 4 anos fazendo meu cabelo em casa, já encontrei as melhores formas de facilitar e me ajudar a atingir o resultado que eu gosto e vim dividir elas com vocês:

1. O seu secador: a potência do secador faz diferença sim. Investir em um bom secador já faz com que sua vida fique bem mais fácil! Adoro os secadores da Taiff, meu primeiro secador era da marca e só troquei no meio do ano passado por problemas de mau uso (uma pulseira de miçangas arrebentou dentro dele e quando o secador ligou elas derreteram lá dentro!), mas eu estava tão satisfeita com a marca, que comprei um novo da mesma marca e não me arrependo! Agora, uso o Red Íon da Taiff!

2.A sua escova: encontrar a escova certa também é importante! Gosto das escovas que misturam cerdas naturais e as de nylon com base de cerâmica. Já testei só com cerdas naturais, só com cerdas de nylon e a mista foi a que me adaptei melhor. Tenho duas, uma de tamanho médio, mais larga, para pegar mechas maiores e uma mais fina para a parte da frente da cabeça e a nuca. Testar vários tamanhos e modelos é o que vai fazer com que você encontra a perfeita pra você!

3. O lugar: fazer sua escova no banheiro, assim que você sair do banho, é o pior lugar para fazer a escova! A umidade do banheiro vai fazer com que sua escova seja mais difícil e seu cabelo tenha mais frizz, afinal, você vai estar secando seu cabelo e a umidade estará ao seu redor “molhando” ele de novo, é como ficar no sereno. O melhor é fazer no quarto, mas se não for possível, espere pelo menos meia hora depois do banho, para o banheiro secar bem.

4. Ache seu ângulo: gosto de prender meu cabelo todo no topo da cabeça e ir soltando seções horizontais na cabeça até chegar na ultima mecha, que é a franja. Já tentei separando meio a meio, em quatro partes, mas essa foi a que melhor me adaptei. Assim como a escova, é preciso testar para achar o melhor ângulo pra você!

5. Calor: a direção certa do secador é por cima do cabelo, para não criar frizz. Vejo em muitos lugares falando(inclusive cabeleireiros) para não encostar o o secador no cabelos, maaaas, já reparei sobre isso no salão e os cabeleireiros sempre encostam o secador na mecha, então sim, eu encosto o secador no cabelo. A minha sugestão é não deixar o secador parado muito tempo em uma parte do cabelo e quando tiver certeza que aquela mecha já está bem sequinha, passar para o jato frio do secador e continuar escovando mais um pouquinho. O jato frio fecha as cutículas do cabelo, dando brilho e fazendo com que as pontas do cabelo fiquem na direção que você quer! EU uso o jato mais quente do secador e depois passo o jato frio, como eu já disse, meu cabelo é grosso, se eu usar um jato menos quente, ele não secará o suficiente e quando ele esfriar todo meu trabalho terá ido por água abaixo!

6. Finalizador: o óleo finalizador, seja ele qual for, abaixa aqueles fiozinhos que ficam pro alto, dá um brilho a mais pro cabelo, além de, é claro tratar o cabelo! O calor do secador danifica o cabelo sim, ainda mais o uso excessivo, o finalizador vai servir como mais um tratamento para diminuir os danos causados pelo calor.

7. Prática: a prática leva a perfeição! Essa frase não poderia ser mais verdadeira nesse caso, essa é a dica mais importante que eu posso dar pra vocês! Das primeiras vezes, não vai sair perfeito, mas com a prática e o treino, você vai descobrindo o que funciona melhor ou não, seu ângulo, sua escova, o tipo de calor, a posição da mão… Dessa forma, você vai saber o que é melhor para o seu cabelo e como atingir seu objetivo final: a escova em casa perfeita!

Booom, essas são as melhores dicas que eu posso dar pra vocês, que eu aprendi com a prática! Mas não vamos esquecer que os cuidados com o cabelo são muito importantes para chegar lá. Hidratação,nutrição, reconstrução, lavagem, protetor térmico (importantíssimo), todos esses cuidados e as dicas vão assegurar que sua escova saia perfeita e você não precise mais depender do salão ou que apenas possa se virar bem nos momentos de necessidade!

  • Espero que vocês tenham gostando das dicas e se testarem alguma delas não esqueça de me contar aqui! E se você tiver outras dicas para compartilhar, não se acanhe e conte tudo pra gente!
Anúncios